Entre em Contato   Início   Onde Estamos?  
Pensando Saúde no Facebook Pensando Saúde no Twitter Pensando Saúde no Linkedin Pensando Saúde no Youtube Pensando Saúde no Google+
 

 

A empresa que investe em qualidade de vida no ambiente de trabalho obtém ganhos financeiros significativos.

 

A prevenção de distúrbios da coluna vertebral é determinante para diminuir os altos índices de afastamento do trabalho ou mesmo de aposentadoria precoce, assim como a redução da perda de produtividade.

 

Contudo, sabe-se que uma intervenção precoce é mais eficaz no sentido de prevenir alterações posturais e seus comprometimentos. A forma mais eficaz e barato de fazer sua empresa produzir mais e obter maior rendimento é investir na prevenção e qualidade de vida dos seus funcionários.

 

Para as empresas as conseqüências são diretas, pois com o afastamento dos funcionários dos postos de trabalho por lesões, temos a redução da produtividade, o aumento do absenteísmo, a elevação no custo final do produto.

 

Empresas que não investem em ações que promovem o cuidado e a prevenção dos seus funcionários criam uma imagem negativa perante a sociedade, pois o afastamento por lesões deixa um clima de dúvidas e ansiedades entre os funcionários, o que repercute diretamente nos demais.

 

A líder absoluta em causas de afastamento do trabalho no Brasil é a dor nas costas, responsável por quase 160 mil licenças anuais, mostra o levantamento realizado pelo Ministério da Previdência Social em 2010. A lista foi produzida com base nos registros oficiais do Ministério da Previdência Social e são referentes às licenças trabalhistas que tiveram duração superior a 15 dias. As dores no joelho vêm em segundo lugar.

 

É possível oferecer uma adequação educativa nas empresas e de atendimento individual nos casos mais importantes, visando obter um controle de qualidade duradouro na prevenção e manutenção de futuras crises criando um ambiente saudável para todos os funcionários.

 

Em função disso, muitas empresas hoje em dia procuram oferecer atividades educativas para que os seus funcionários trabalhem satisfeitos e rendam muito mais. Esse é um assunto muito importante e que merece a atenção de empregados e empregadores.
 
Conforme dados fornecidos pelo INSS, no primeiro ano de afastamento do funcionário, as empresas gastam cerca de R$ 60 a 89 mil, entre encargos sociais, complementação salarial e pagamento do operador que irá suprir o trabalho daquele lesionado (O´NEILL, 2002).

 

A dor na coluna é uma das alterações musculoesqueléticas mais comuns nas sociedades industrializadas, afetando 70% a 80% da população adulta em algum momento da vida, sobretudo os jovens adultos em fase economicamente ativa, sendo uma das razões mais comuns de aposentadoria por incapacidade total ou parcial (Knoplich, 1986).

 

A dor na coluna tem como causas algumas condições congênitas, degenerativas, inflamatórias, infecciosas, tumorais e mecânica postural.

 

A lombalgia mecânica postural, também denominada lombalgia inespecífica, representa, no entanto, grande parte das dores de coluna referidas pela população.

Nela geralmente ocorre um desequilíbrio entre a carga funcional, que seria o esforço requerido para atividades do trabalho e da vida diária, e a capacidade funcional, que é o potencial de execução para essas atividades (Knoplich, 1994).

 

A coluna vertebral é uma das estruturas que mais sofre com o sedentarismo e a má postura. O problema de coluna é o principal causa de afastamento do trabalho (FORNAZARI, 2005) e Anderson (1981, apud GOULD III, 1999, pg. 517) refere que 50% a 80% dos indivíduos apresentarão dores lombares na fase adulta.

Para Veronesi Junior e Azato (2003) estes distúrbios são a segunda causa de afastamento do trabalho e de aposentadoria precoce, além de que 80% da população brasileira sofrem de alguma alteração do aparelho locomotor na fase produtiva da vida.

 

O objetivo desse trabalho é reduzir o absenteísmo adotando as palestras educativas e ações efetivas da RPG e Método Mckenzie na Empresa. O trabalho tem a finalidade de instruir o trabalhador e educá-lo para poder sozinho desenvolver o autotratamento.

 

Diante do conhecimento recebido sobre as situações vivenciadas no ambiente de trabalho e em casa o trabalhador ficará ciente dos fatores agravantes que o levaram problema da coluna vertebral ou extremidades (braços e pernas), prevenindo assim as futuras crises.

 

O trabalho realizado na empresa através das palestras educativas e ações efetivas de tratamentos individuais com os recursos da RPG para empresas e o Método Mckenzie de Diagnóstico e Terapia Mecânica vão reduzir de forma considerável o absenteísmo.

 

O funcionário deseja ser produtivo e positivo o que traz um ganho significante de sua auto-estima. Um funcionário desmotivado, desinteressado e com dores nas costas é ruim em vários aspectos, pois gera custos médicos importantes com faltas e licenças.

 

A empresa que investe em qualidade de vida no ambiente de trabalho obtém ganhos financeiros significativos.


Para mais informações entre em contato!
 




Deixe seu recado:
Seja bem-vindo!
Acesse sua conta, aqui.


Cadastre-se e receba nossos informativos

 

Curta e Interaja

 

 

Entrevista na Rádio CBN
Entrevistas na Rádio CBN - Dr. Abnel Alecrim

Tudo sobre Hérnia de Disco

Má postura das Crianças

 

 

Veja Nossos Artigos
fisioterapeuta, campinas, rpg, metodo mckenzie, tratamentor, dor no quadril

- Hérnia de Disco
- Dor na Coluna
- Dor no Pescoço
- Você não tem que viver com Bruxismo
- Esporão de Calcâneo
- Dor no Joelho

 

 

Veja as Perguntas e Respostas
fisioterapeuta, campinas, rpg, metodo mckenzie, tratamentor, dor no quadril

- Discopatia Degenerativa

- Hérnia de Disco
- Hérnia de Disco Extrusa

- Dor nas Costas
- Escoliose

  

 

Loca lização

fisioterapeuta, campinas, rpg, metodo mckenzie, tratamentor, dor no quadril

Av. Dr. Heitor Penteado, 428,

Taquaral Campinas, SP

Mapa de Localização

 

 

Entre em Contato
(19) 3308-6330

(19) 3212-1140

Segunda à Sexta 
das 8h às 18h.



Solicitação de
Agendamento

Nome:
E-mail:
DDD + Telefone:
Cidade:
Horário Desejado:
Dia da Semana:
Sintomas:
 

19 3308-6330
19 3212-1140

Campinas/SP

Pensando Saúde - Dr. Abnel® 2012 - 2017 - Desenvolvido por Dinamicsite